tipos de salto alto

CONHEÇA AS DIFERENÇAS ENTRE 9 TIPOS DE SALTO

Quase toda mulher ama salto alto, não é mesmo? Digo quase porque eu faço parte do grupo que não nasceu para andar com sapatos altos. Pois é, amo modelos do tipo, tenho vários em casa, mas não aguento ficar muito tempo com eles. Sempre que tenho uma festa ou uma ocasião mais formal, entro em desespero só de pensar no sapato que vou usar. O único que consigo usar (por pouco tempo, claro) é o salto quadrado – de, no máximo, cinco centímetros.

Aí que entra a pergunta: alguém sabe quais são as diferenças entre os estilos mais comuns de salto? Existe uma porção de modelos por aí, mas reuni os principais para te ajudar nas próximas compras. Vamos conhecer cada um?

Anabela

anabela-223x300

 

É um dos modelos mais democráticos que existem e praticamente toda mulher tem – ou já teve – um no armário. A principal característica é o solado mais alto que vai do meio dos pés até o calcanhar. É comum que esse solado seja feito de tramas e materiais naturais, o que faz com que seja muito usado durante o verão.

 

Vírgula

Denise-5-300x188

 

O nome desse modelo não é vão, afinal, tem formato bem semelhante ao do sinal de pontuação, com uma curva entre a base e a ponta. Não me parece muito confortável, mas muitas mulheres usam para esbanjar sensualidade e ousadia. Fica lindo com calças bem justinhas ou vestidos mais sequinhos.

 

Cubano

cubano

 

Olha aí o meu modelo favorito, que talvez seja o mais confortável de todos. A base é bem larga e afina um pouco até chegar na ponta, mas o solado é grande o suficiente para proporcionar equilíbrio e conforto. Por essa razão, é o mais usado por dançarinas de flamenco e tango. Fora dos bailes, dá para usar tranquilamente no dia a dia com calça, saia, vestido. Não tem como não amar!

 

Meia pata

meia pata

Muita gente que sofre como eu na hora de usar salto alto recorreu ao modelo meia pata. O segredo é que ele também apresenta o solado mais alto na parte da frente (quase como uma plataforma), o que garante mais equilíbrio. É o modelo mais usado em festas e baladas justamente porque é superfeminino (e quanto mais alto, melhor!). Mesmo assim, vou ser sincera: comigo não rolou.

 

Agulha

agulha

Taí o meu verdadeiro pavor do mundo do salto alto: o famoso alto agulha, aquele bem fininho que causa dor no pé só de olhar. Apesar do meu pânico, é lindo e o mais feminino e delicado de todos, concordam? Basta colocar para se sentir mais poderosa. Sem falar que é a pedida ideal para usar com roupas mais clássicas ou de alfaiataria. Mas é bom ter coragem e disposição, já que o salto deve ter, no máximo, 0,4 cm de diâmetro. Minha dica? Usar em jantares ou outras situações em que você vai ficar bastante tempo sentada.

 

Cone

cone

Ao contrário do cubano, que tem salto mais proporcional, o cone – como o próprio nome diz – tem base mais larga e vai afinando até chegar na base, que é bem mais estreita. Normalmente, são bem altos e o desenho do salto é superdelicado e bonito. Dizem que oferece conforto, mas eu nunca usei justamente por achar que não vou conseguir aguentar muito tempo com ele. Alguém gosta?

 

Sino

sino

É um dos mais ousados, já que apresenta a base mais fina e vai engrossando (daí o nome). Esse formato dificulta o equilíbrio, por isso, é comum que os sapatos com salto sino acompanhem uma meia pata. Seja como for, o desenho também é muito bonito. Fora que ele carrega um ar meio anos 70 que tem tudo a ver com a temporada. Gosta de salto? Não tem problema para usar modelos bem altos? Então pode investir sem medo!

 

Plataforma

plataforma

Se você não é boa de equilíbrio, mas não dispensa um sapato alto, eis aqui a melhor opção. A plataforma se destaca por ter todo o seu solado elevado, podendo ser inteira da mesma altura ou mais alta na região do calcanhar. O mais legal é que dá para ser feita com qualquer tecido, principalmente camurça ou tramas. Essa segunda opção, aliás, é muito usada no verão. Só não dá para usar em ocasiões muito formais, pois pode dar um resultado “grosseiro”.

 

Flat

flat

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, dá para ficar muito bem vestida sem salto. Quer exemplo melhor do que as sapatilhas? Sou completamente apaixonada por elas e uso praticamente todo dia (tenho várias aqui em casa). São delicadas, femininas, práticas, ultraconfortáveis. Claro que não substituem o charme e a elegância do salto alto, mas são suas melhores amigas, desde um dia pesado no trabalho até o jantar com as amigas.

 

Gostaram das opções? Quais vocês costumam usar mais?

 

Fonte: http://fikdikblog.com/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *